sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Amor de irmãos.

Há exatamente seis meses, eu fiz uma postagem falando sobre minha ansiedade e medo, porque minha filha estava indo conhecer o irmãozinho... Como minha princesa é muito ciumenta, fiquei trabalhando a cabeçinha dela. Expliquei que o maninho seria o bebê e que ela sempre será nossa princesa. Mas, fiquei com medo dela tentar fazer aquelas coisinhas de criança...
Tento ensinar à minha princesa que irmão é para sempre e que por mais que eles sejam diferentes, poderão ser muito amigos! Mais que amigos, poderão ser cumplices!
Conheço irmão que tem inveja da irmã. Conheço irmãos que não se falam. Eu mesma já fiquei quase dois anos sem falar com meu irmão. Que besteira eu fiz! Hoje ele me apóia em tudo.
Por esses exemplos da vida real, eu morria de medo, de que por Giovana e Miguel serem criados separados e de forma diferente, não se amassem... Mas, como dizia a Grande Sônia Maria (minha querida professora de Língua Portuguesa) : "Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura!" E fura mesmo, porque de tanto trabalhar a cabeçinha da minha princesa, consigo vê-la amando o maninho. Ontém perguntei à ela: Quem é o seu amor? "Mamãe, papai e maninho Miguel!" Que resposta linda! Na hora de dormir, sempre fazemos a mesma oração pedindo à Deus para proteger Giovana, mamãe, papai, maninho e todos que nos amam.
Meu docinho tá crescendo, ficando mais independente. Mas, se for criada com amor, saberá amar. Por isso, meu docinho é tão amada. Para que ela devolva às pessoas o que recebe delas.
Esta foto do dia 24/12/2008 prova que minha princesa está aprendendo direitinho! Fazendo carinho na cabecinha do maninho! Quem diria que minha princesa ciumenta faria carinho no irmão? Mas este é só o começo da estória deles.
Beijos e Bom fim de semana à todas!


4 comentários:

Danny disse...

É amiga, irmãos saõ tudo né. Tenho duas irmãs lindas e somos inseparáveis. Na adolescência eu a Andressa nos apaixonamos pelo mesmo menino, imagine só a buia que deu né, daeh eu como era mais festera cai fora e deixei pra ela, rs, hoje rimos disso, mas na época sofremos muito, era uma competição junto com amor sabe. Hoje nós nos damos muuuuuuito bem e somos muuuuuuuito amigas.
Quero dar irmãozinhos pra Nathalia mas ainda vou esperar ela crescer mais um pouquinho.
Linda a foto da Gi com o maninho.
Beijus e tenha um lindo final de semana!

Michele Rosa disse...

Ainda vou escrever um post sobre minha irmã amada, me arrepia até de pensar no amor q sentimos uma pela outra!

Mas, infelizmente, não penso em dar um irmãozinho pra Laís, sabe...
As coisas andam muuuuuuito difíceis! Onde come um, comem 2! Porém estudar, fazer ballet, natação, médicoo, roupas, remédios e tudo o mais para um já é bemmmmmmmm dificil!!!

Tem post novo no bloguinho! Bjossss

Simone - Mariana minha flôr disse...

É lindo o carinho que ela tem com o irmãozinho, não podia ser diferente. Tenho uma irmã 10 anos mais velha que eu, já brigamos muito, só paramos depois que casei, rsrsrs, mais sabemos que na hora do aperto podemos contar uma com a outra, tanto que quando eu era criança ela me tratava como filha dela, vocês acreditam que me trata como se eu ainda fosse criança, até sufoca, mais isso é amor.
Beijos e ótimo final de semana.

Viver é Bom ! ! ! disse...

Adorei seu blog.
Passei por aqui... achei tudo muito bacana !
Parabéns ! Crianças nos ensinam muito, não é ?
Quando der visite meu blog também :

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Beijo !
Solange Maia